Você está aqui: Página Inicial > Institucional > Escola Judicial - EJUD > Notícias > EJud Realizará Colóquio Internacional

Notícias

EJud Realizará Colóquio Internacional

Evento ocorrerá no dia 02 de outubro no auditório da Escola Judicial

Ações do documento

Conforme divulgado na Agenda de Cursos e Eventos, a Escola Judicial do Tribunal do Trabalho da Paraíba realizará, no dia 2 de outubro (segunda-feira), o colóquio “Crescimento Econômico, Desigualdade e Mercado de Trabalho: Insights a partir das Trajetórias do Brasil e da Índia”. O evento acontecerá no auditório da Escola Judicial.

O colóquio tem como objetivo discutir aspectos socioeconômicos e laborais inerentes a cenários do Brasil e da Índia, por meio de debates em temas relacionados, envolvendo seis palestrantes.

Em um cenário de mudanças previdenciárias e trabalhistas, a discussão comparativa entre os dois países proporcionará aos magistrados e servidores deste Regional a oportunidade de ampliar sua visão crítica a respeito do impacto de novos padrões de regulamentação e configuração das relações de trabalho em diferentes variáveis do crescimento econômico e da desigualdade social do país, refletindo sobre o papel social e econômico da atuação jurisdicional.

Inscrições: https://www.trt13.jus.br/ejudcursos

Palestrantes:

Gerry Rodgers atuou na Organização Internacional do Trabalho (OIT) por 36 anos, com foco em papéis associados à pobreza, desigualdade, trabalho, recursos humanos e emprego em países de baixa e média renda, particularmente no Sudeste e no Sudeste Asiático e na América Latina. Trabalhou em questões do mercado de trabalho em países industrializados e gerenciou equipes de apoio técnico a constituintes da OIT sobre quesitos sociais na América Latina. O Sr. Rodgers escreveu muitos livros, monografias e artigos, e é co-autor da publicação “OIT e A Busca pela Justiça Social, 1919-2009”, que marcou o início das publicações institucionais do Projeto Century da OIT. Possui Bacharelado (Hons) em Matemática, Parte I; Economia, Parte II., Trinity College, Universidade de Cambridge (1965-1968), e Doutorado em Filosofia, em Desenvolvimento Econômico, Universidade de Sussex - Tese sobre pobreza rural na Índia (1968-1972).

Janine Rodgers atua como pesquisadora visitante no Instituto de Desenvolvimento Humano de Nova Delhi desde 2008. Foi Secretária Executiva Adjunta da Associação Europeia de Investigação e Formação no Desenvolvimento (EADI) e trabalhou no Gabinete Internacional do Trabalho, no Programa In-focus sobre Crise e acompanhamento da Declaração dos Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho). Foi parte da equipe que escreveu o primeiro relatório global da OIT sobre discriminação. Possui Licenciatura em Economia pela Universidade de Paris e Mestrado em Economia de Desenvolvimento pela Universidade de Sussex. Possui Certificado de Estudos Avançados em Ciência Política do Instituto de Pós-Graduação em Relações Internacionais e Desenvolvimento em Genebra.

Alexandre de Freitas Barbosa possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (1991), mestrado em História Econômica pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Desenvolveu pesquisa de pós-doutorado no CEBRAP entre 2007 e 2009. É Professor de História Econômica e Economia Brasileira/Internacional do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da Universidade de São Paulo (USP), desde 2009, e participa do Núcleo de Apoio à Pesquisa Brasil-África da USP desde 2011.

Marcos Ferreira da Costa Lima Possui graduação em Philosophie Politique - Université Montpellier 2 - Sciences et Techniques (1978), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1985) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Pós Doutorado na Université Paris XIII - Villetaneuse (2003). Prof. Associado 2 da Universidade Federal de Pernambuco no Deptº de Ciência Política. Atualmente é diretor da Associação Brasileira de Relações Internacionais (2015/2017), coordenador do Instituto de Estudos da Ásia (2015) . Foi presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS (2011-2012). Prof..convidado da Universidade de Leiden, prof. visitante - Universidad de la Republica Uruguay, prof. visitante da University of Walles-Swansea, prof. Visitante Université Sorbonne Nouvelle.

Roberto Véras de Oliveira é doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo - USP (2002). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal da Paraíba - UFPB, atuando no Departamento de Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia (Mestrado e Doutorado), do qual foi coordenador entre 2013 e 2015. Atua, ainda, como professor permanente, no Programa de Pós-Graduação em Ciêncas Sociais da Universidade Federal de Campina Grande (Mestrado e Doutorado);

Roseli Corteletti possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), mestrado em Economia Rural [C. Grande] pela Universidade Federal da Paraíba (2001) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (2009). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: desemprego, informalidade, terceirização, precarização do trabalho, gênero e cooperativismo.

Programação:

08:30h: Abertura do evento

09:00h: Primeira Sessão – REGIMES DE CRESCIMENTO E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O TEMA DA DESIGUALDADE
Coordenador: Juiz Paulo Henrique Tavares

09:00 – 10:45h: Regimes de crescimento e desigualdade em perspectiva histórica
Palestrante: Alexandre de Freitas Barbosa
Comentador: Marcos Costa Lima

11:00 – 12:15h: Regimes nacionais de crescimento e desigualdade regional
Palestrante: Gerry Rodgers
Comentador: Marcos Costa Lima

12:15h – 14:00h: Almoço

14:00h: Segunda Sessão – ESTRUTURAS DE MERCADO DE TRABALHO EM TRANSFORMAÇÕES
Coordenador: Juiz Paulo Henrique Tavares

14:00 – 16:00h: Estrutura e regulação do mercado de trabalho
Palestrantes: Gerry Rodgers e Alexandre de Freitas Barbosa
Comentador: Roberto Véras de Oliveira (UFPB)

16:00 – 17:00h: Desigualdades de gênero no emprego e nos salários
Palestrante: Janine Rodgers
Comentadora: Roseli Corteletti

Sobre o tema abordado:

As trajetórias de desenvolvimento da Índia e do Brasil são, sob determinados aspectos, imagens invertidas. Enquanto as taxas de crescimento e a desigualdade estiveram em alta no Brasil até 1980 e passaram então a declinar (primeiramente o crescimento declinou nos anos 80, e posteriormente a desigualdade), o inverso ocorreu na Índia.

A justificativa para tal diferença se dá pela natureza do crescimento de cada país como um todo, incluindo as estruturas econômicas, organizações do mercado de trabalho, sistemas agrários, padrões de integração internacional, relações monetárias e fiscais e o papel do Estado. Observando-se os aspectos trabalhistas e de mercado de trabalho, as segregações e segmentações do mercado desempenham um papel importante nos níveis de desigualdade regional e social em ambos os países. Isso é em parte uma questão relacionada à diferença de renda entre o emprego formal e informal, mas também há grandes variações nos salários, segurança no emprego, proteção e vulnerabilidade no trabalho formal e informal. Os mercados de trabalho são segmentados por sexo, casta, raça e outras linhas divisórias, o que dá origem a padrões complexos de desigualdade e exclusão.