Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > Falas poderosas marcam o Black Cine, evento do projeto Arte e Cultura 13
Conteúdo

Notícias

Falas poderosas marcam o Black Cine, evento do projeto Arte e Cultura 13

Evento contou com uma roda de conversa protagonizada pela cineasta Carine Fiúza, a empreendedora Roberta Penteado, a servidora Kylza Solange e a estagiária de psicologia do TRT-13, Jéssica Andrade
publicado: 05/07/2024 16h43 última modificação: 16/07/2024 08h09

Black Cine Rebecca-17.jpg

O Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região) vivenciou uma manhã de compartilhamento, resistência e emoção no Black Cine, evento do projeto Arte e Cultura 13, realizado no auditório do Tribunal Pleno. Em alusão ao Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, celebrado no dia 3 de julho, foi exibido o documentário “Mulheres Negras: Projetos de Mundo - O Filme”, dirigido por Day Rodrigues e Lucas Ogasawra, seguido de uma roda de conversa com mulheres negras. 

A cineasta Carine Fiúza, a empreendedora Roberta Penteado, a servidora Kylza Solange e a estagiária de psicologia do TRT-13, Jéssica Andrade, com mediação da estagiária de jornalismo Rebecca Narriê, compartilharam com os presentes um pouco das suas histórias de vida, de luta, abusos, dores, conquistas e, sobretudo, de pertencimento e reconhecimento enquanto mulher negra, traçando um paralelo com o filme exibido. 

“O meu desejo é que a gente passe, em pouco tempo, a não falar mais sobre as nossas dores. Porque a sociedade está muito acostumada que nós coloquemos sempre as nossas feridas e, inclusive, somos taxadas de ‘é muito mimimi’, ‘é muita vitimização’, e não, isso é o que a gente vivencia e a gente continua precisando falar sobre isso para que a gente supere. Então, o meu trabalho e o meu engajamento dentro do cinema é buscando esses momentos de fala, de troca”, destacou a cineasta Carine Fiúza.

As palestrantes abordaram temas de suas vivências cotidianas e de suas experiências enquanto mulheres negras, possibilitando, com essas falas, trocar experiências entre si e com o público em geral. A essência do projeto é, justamente, combater o racismo por meio da arte, estimulando e valorizando o diálogo e a troca de ideias, projetando o respeito como prática fundamental, dentro e fora das instituições

Jéssica Andrade encerrou a roda de conversa com uma fala potente e necessária. “Para mim, mais do que tudo, tem sido importante estar atuando e fortalecendo a nossa comunidade. Porque, desde sempre, somos nós que fazemos por nós e é assim que temos conseguido avançar. Estou muito feliz de ter compartilhado esse momento com vocês, são todas mulheres incríveis, e agradeço a oportunidade de nós estarmos aqui. Mas, sobretudo, o espaço, também, tem que agradecer a presença de tanto poder de mulheres negras aqui. Porque, mais do que nunca, é, de fato, um dever que nós sejamos colocadas em espaços como esse e em todos os espaços”.

Black Cine Rebecca-22.jpg

Black Cine Rebecca.jpg

Black Cine Rebecca-20.jpg

Renata Santos
Assessoria de Comunicação Social TRT-13