Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2021 > 03 > 2021 > 03 > TRT13 adotará plataforma Zoom em abril

Notícias

TRT13 adotará plataforma Zoom em abril

A partir do dia 12 de abril, a ferramenta será usada em todas as sessões de Julgamento e audiências telepresenciais

Ações do documento

publicado: 26/03/2021 12h54 última modificação: 26/03/2021 14h26

O Pleno do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) dá o pontapé inicial e vai realizar a primeira Sessão de Julgamento utilizando a Plataforma Zoom no dia 8 do próximo mês de abril. A partir do dia 12, tanto o Pleno, quanto as duas Turmas de Julgamento e também as Varas do Trabalho de todo o estado passarão a usar a ferramenta nas Sessões de Julgamento e audiências telepresenciais. A ferramenta já vem sendo utilizada em forma de projeto piloto, em algumas unidades, desde o dia 22 de março.

Treinamento

O TRT13 investiu em cursos em EaD e treinamentos e também produziu e divulgou material teórico e em vídeo para preparar os magistrados e servidores para a correta utilização da plataforma. Um guia de instalação e uso da ferramenta está disponível tanto no formato de material teórico, quanto no de videoaulas, com informações e orientações para aqueles que ainda tenham alguma dúvida.

Acesse aqui o material teórico:

Guia de acesso de advogados ao Zoom TRT13

Videoaulas:

Sessões e audiências telepresenciais: orientações gerais

Dicas para participação em audiências remotas

Instalação do Zoom

Acesso à sala de reunião

Mudar o idioma e nome de identificação

Alterar o plano de fundo

O Zoom está entre as soluções de reuniões remotas mais populares do mundo e também é conhecido por sua confiabilidade e facilidade de uso. Outra vantagem é que possibilita fazer videoconferência para até 100 participantes. O aplicativo pode ser instalado e utilizado em notebooks, computadores, tablets e smartphones nos sistemas operacionais Windows, Mac, Linux, iOS e Android.

Ato Conjunto

O aplicativo foi instituído como a plataforma oficial de videoconferência no âmbito da Justiça do Trabalho, por meio do Ato Conjunto TST.CJST.GP nº 54/2020. Após o prazo, que termina no dia 30 de abril de 2021, ficará vedado o uso de outras ferramentas de videoconferência com fins de realizar os atos processuais. Você pode conferir na íntegra o Ato Conjunto TST.CSJT.GP 54/2021.

Todos os 24 TRTs terão até o dia 30 de abril para implementar a nova ferramenta. A medida foi anunciada desde o fim do ano passado pelo Tribunal Superior do Trabalho, mediante o Ato Conjunto TST.CSJT.GP 54/2020, que institui a adoção desta plataforma única.

Atuação dos advogados

A medida também facilita a atuação dos advogados que trabalham em diversas regiões do Brasil, já que assim eles não precisarão lidar com diferentes sistemas.

 

Débora Cristina
Assessoria de Comunicação Social TRT-13