Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2021 > 02 > Comitê de Governança de TIC aprova projetos para o primeiro trimestre

Notícias

Comitê de Governança de TIC aprova projetos para o primeiro trimestre

Implantação do Zoom e aquisições de ferramentas de segurança estão entre os destaques

Ações do documento

publicado: 12/02/2021 11h15 última modificação: 18/02/2021 13h51

O Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGOVTIC), presidido pelo desembargador Leonardo Trajano, se reuniu virtualmente, nesta quarta-feira (10), na 1ª reunião ordinária do comitê nesta nova gestão. A reunião foi conduzida pelo diretor da Setic, Rodrigo Cartaxo, e secretariada pelo Chefe do Núcleo de Governança de TIC, Breno Luna.

Dentre os itens da pauta, foi discutida a priorização dos Projetos do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTIC) para o primeiro trimestre de 2021. Destaca-se como projeto considerado crítico para a atividade fim a implantação da ferramenta Zoom, estabelecida pelo TST como obrigatória para realização de audiências e sessões de julgamento em toda a justiça do trabalho. Segundo Cartaxo, a previsão para disponibilização em produção é até meados de Abril.

No âmbito das aquisições, Breno Luna destacou o forte investimento da SETIC em ferramentas de segurança da informação. "Após os ataques cibernéticos a órgãos do poder judiciário no segundo semestre de 2020, o CNJ endureceu as diretrizes de segurança dos tribunais, e nós estamos alinhados a essa necessidade", disse.

Os planos aprovados podem ser acessados nos links abaixo:

  • Plano de Ação de TIC: https://www.trt13.jus.br/institucional/governanca/planejamento-estrategico-de-tic/PlanodeAodeTICAno2021v1.1.pdf

  • Plano de Contratações: https://www.trt13.jus.br/institucional/governanca/planejamento-estrategico-de-tic/PlanodeContrataodeTICAno2021v1.3.pdf


Aquisições Nacionais

Na terça-feira (09), o diretor da Setic e coordenador do Grupo de Diretores de TIC da Justiça do Trabalho, Rodrigo Cartaxo, conduziu reunião virtual para tratar das aquisições nacionais de TIC da JT. Na reunião, que contou com representantes dos 24 regionais e do CSJT, foi definido um plano nacional de aquisições de TI, no qual cada ação de contratação teve designado um tribunal responsável. Segundo Cartaxo, esse plano nacional proporciona aos órgãos uma imensa economia de recursos orçamentários, se utilizando de economia de escala para conseguir valores finais melhores ao interesse público. "Além da economia orçamentária, a colaboração entre os órgãos diminui o retrabalho e o custo operacional das licitações", complementou Cartaxo.

Com informações da Setic