Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2018 > dezembro > Sistema Hórus da Paraíba será cedido ao TRT do Amazonas (11ª Região)

Notícias

Sistema Hórus da Paraíba será cedido ao TRT do Amazonas (11ª Região)

Cessão foi solicitada pela presidência daquele Regional

Ações do documento

O sistema Hórus, desenvolvido na Assessoria de Gestão Estratégica do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região) pelos servidores Agenor Costa Júnior, Ronaldo Costa Júnior e Jessé Inácio de Souza será cedido ao TRT do Amazonas (11ª Região). A solicitação feita pela presidência daquele Regional foi acatada pelo desembargador Eduardo Sergio, presidente do TRT da Paraíba.

Com o sistema é possível acessar dados das áreas jurídicas e administrativas de forma fácil e integrada. Utilizando login e senha, o usuário pode acompanhar o andamento dos processos nas Varas do Trabalho, bem como a produtividade de um magistrado, as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o planejamento do Tribunal e do CSJT, além do consumo de energia, água, combustível, bens de consumo e permanente, cadastro de magistrados e servidores com suas lotações, gratificações e escolaridade além das previsões de aposentadorias, entre outros dados.

Implantação

A desembargadora presidente do TRT da 11ª Região, Eleonora de Souza Saunier, consultou esta Corte sobre a possibilidade de cessão do Sistema Hórus com vistas à implantação no âmbito daquele Regional. “Com o objetivo de promover adoção de boas práticas entre os Regionais e apoiar as Varas do Trabalho deste Regional, este Egrégio realizou uma pesquisa dentre os Tribunais Regionais do Trabalho em busca de um sistema de consulta estatística a base de dados do e-Gestão e PJe. Nessa análise, destacou-se o Sistema Hórus desse TRT da 13ª Região como uma avançada ferramenta de estratificação de informação dos Sistemas Nacionais”, disse a magistrada, consultando o presidente do TRT, desembargador Eduardo Sergio quanto a possibilidade de compartilhar o Sistema Hórus com o Regional amazonense.

Após pronunciamento da AGE, o desembargador Eduardo Sergio determinou que fosse cedida uma cópia do Sistema Hórus como instrumento inicial para utilização no Amazonas.

De acordo com Agenor da Costa Júnior, chefe do Núcleo de Estatística da AGE, não existe nenhuma restrição técnica para a cessão do sistema. Segundo ele, “a experiência já foi bem-sucedida com os TRTs do Pará (8ª Região) e Rio Grande do Norte (21ª Região), não haverá maiores problemas para uso imediato. Além do que já disponibilizamos na versão corrente, informo que a parceria que a 8ª Região possibilitou também a implementação das informações do iGest (Índice Nacional de Gestão de Desempenho) que de agora em diante fará parte do Hórus”.

Jaquilane Medeiros