Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2018 > 04 > Lelio Bentes conhece futuro Fórum de João Pessoa

Notícias

Lelio Bentes conhece futuro Fórum de João Pessoa

Ministro do TST visitou ainda Escola Judicial e Centro de Conciliação

Ações do documento

O corregedor-geral do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Lélio Bentes Corrêa, dedicou a quarta e a quinta-feira a visitas e a audiências com integrantes do TRT e do Ministério Público do Trabalho da Paraíba. O ministro conheceu as obras de construção do novo Fórum trabalhista de João Pessoa, em fase de acabamento e que deverá ser entregue à população no final deste ano. No edifício vão funcionar todas as Varas de Trabalho da capital e outros setores, como o Memorial da Justiça do Trabalho e a Central de Efetividade.

O ministro Lelio Bentes também visitou o Centro de Cultura e do Saber da Justiça do Trabalho, onde atualmente funciona a Escoa Judicial, a Biblioteca e o Memorial, e foi recebido pelo diretor da EJud, desembargador Ubiratan Delgado. Ainda na quarta-feira concedeu uma entrevista, na TV Correio, ao Programa Correio Debate, apresentado pelo jornalista Hermes de Luna.

Na entrevista, o ministro Lelio Bentes, foi questionado o que pensa sobre a opinião de alguns setores que afirmam que a Justiça do Trabalho chega a ser um entrave para o desenvolvimento Brasil. “Penso que a situação é exatamente o inverso. A Justiça do Trabalho é a razão de o país ter conseguido se desenvolver economicamente com justiça social. O desenvolvimento econômico só se justifica se trouxer benefícios a todos que participam desse processo. Não é razoável que se alcance o enriquecimento de poucos a custa do sacrifício de muitos”.

Conciliação e trabalhos seguro e infantil

À tarde, o corregedor conheceu o Fórum Maximiano Figueiredo em uma visita ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), onde foi recebido pelas juízas Ana Paula Cabral Campos, Joliete Melo Rodrigues Honorato e Ana Beatriz Dias Fernandes.

No TRT, Lelio Bentes recebeu o juiz André Machado, que integra o Comitê do Trabalho Seguro na Paraíba, e os representantes do Comitê de Combate ao Trabalho Infantil. Na Paraíba, o desembargador Thiago de Oliveira Andrade é o presidente da comissão, integrada pela juíza Lílian Leal. Na visita, também estavam presentes o coordenador de Segurança e Transportes do TRT, Jefferson Pereira e o tenente-coronel Irmar Mota Soares.

Na conversa com o ministro, o desembargador Thiago Andrade falou do trabalho que a comissão está realizando para combate do Trabalho Infantil e das ações desenvolvidas. Destacou o projeto estratégico “Enfrentamento ao Trabalho Infantil”, que está sendo feito com a Polícia Militar.

O objetivo desta parceria é promover ações de conscientização e diálogos com integrantes da Polícia Militar, através de aulas e oficinas, sobre o enfrentamento ao trabalho infantil, principalmente quanto à exploração sexual de crianças e adolescentes e outras graves formas do trabalho infantil, de modo a contribuir com o papel social do TRT 13ª Região.

Na quarta-feira foram recebidos também pelo ministro corregedor o desembargador Leonardo Trajano, que integra o TRT, e o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, Carlos Eduardo de Azevedo Lima.

Reunião com a administração do TRT

Nesta quinta-feira (12), o ministro concedeu entrevista a rádio CBN, no programa CBN João Pessoa, ancorado por Patrícia Rocha. No final da manhã reuniu-se com os representantes da administração do TRT, o presidente, desembargador Eduardo Sergio de Andrade; o vice-presidente e corregedor, desembargador Wolney de Macedo Cordeiro; o desembargador Ubiratan Delgado, diretor da Escola Judicial e o desembargador Thiago Andrade, titular da Ouvidoria do Regional.

Nesta sexta-feira pela manhã, o ministro apresentará o resultado da Correição realizada esta semana na Paraíba, com a leitura da ata. Antes, será apresentada a peça sobre o combate ao trabalho infantil, pelo grupo de teatro Justiça em Palco, formado por servidores do TRT.