Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 10 > Sala Cofre já possui 25.615 processos eletrônicos

Sala Cofre já possui 25.615 processos eletrônicos

Ações do documento

publicado: 15/10/2010 11h27 última modificação: 30/09/2016 10h16


O Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba inaugurou ontem (14) a segunda etapa do Projeto Data Center Seguro: a Sala Cofre. A placa inaugural foi descerrada pelo presidente do TRT, desembargador Edvaldo de Andrade e pelo vice-presidente, desembargador Paulo Maia Filho. Em seu discurso, o desembargador-presidente destacou que o Regional desponta na vanguarda tecnológica em relação aos demais Tribunais do país, especialmente os trabalhistas, já que criou tecnologia própria para desenvolver as Varas do Trabalho totalmente eletrônicas.

“A Sala Cofre era o elemento que faltava para a segurança física dos aparelhos que compõem o Data Center do Regional. A solução estava prevista no plano de gestão do biênio administrativo, lembrou o desembargador-presidente. Disse ainda que o investimento servirá para salvaguardar o passado, o presente e o futuro, preservando todas as informações e programas armazenados no Data Center.

O desembargador Edvaldo de Andrade fez questão de agradecer as parcerias com o Banco do Brasil, Empresa ACECO e fazer homenagem aos servidores da Coordenação de Tecnologia e Suporte Técnico da STI, Paulo Sérgio, Caio Mendonça, Ricardo Medeiros e Rômulo Alexandre.

O Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRT, Max Frederico apresentou em números, o que a Sala Cofre já está protegendo. São mais de 25.615 processos eletrônicos, 11.000 processos digitalizados, 139.000 petições eletrônicas, além de dados funcionais dos servidores e magistrados, todo o patrimônio do Tribunal, sistemas, serviços e no banco de dados, mais de 3.486.491 registros indicando peças eletrônicas.

O representante da empresa ACECO, Francisco Sérpico falou do projeto pioneiro na Paraíba e revelou ser uma honra participar do ambiente seguro. “O TRT da Paraíba é o primeiro órgão do Poder Judiciário do Brasil a ter o processo eletrônico, que permite a prestar um serviço de qualidade a população”, disse.

Já o o representante do Banco do Brasil, gerente Jurídico Regional, Severino Barreto Filho disse que a instituição se sente honrada em participar de parceria com o Tribunal, principalmente de um empreendimento importante para o Judiciário. “O TRT da Paraíba está dando uma lição para o país inteiro, já que, ao passar a ser totalmente eletrônico, se torna um grande preservador da natureza”, observou.

Estiveram presentes na solenidade os desembargadores Vicente Vanderlei Nogueira de Brito, Ana Maria Ferreira Madruga, Carlos Coelho de Miranda Freire, os juízes convocado Ubiratan Delgado e Rita Leite Rolim, diretora do Fórum Maximiano Figueiredo, procurador do Trabalho, Ramon Bezerra , presidente da Amatra 13, juiz André Machado e o presidente da Astra 13, Marcos Brasilino, além de diretores e servidores do TRT.