Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2010 > 10 > Modernidade: TRT faz história ao inaugurar Sala Cofre

Modernidade: TRT faz história ao inaugurar Sala Cofre

Ações do documento

publicado: 14/10/2010 09h21 última modificação: 30/09/2016 10h16

Esta quinta-feira, dia 14, representa um marco histórico para o Tribunal do Trabalho da Paraíba. Pioneiro na implantação do processo eletrônico na Justiça Trabalhista brasileira, o TRT ganha, a partir de hoje, um equipamento que dará total segurança a seus processos e arquivos eletrônicos. Logo mais às 16h, na sede do Regional, será inaugurada a Sala Cofre. O presidente, desembargador Edvaldo de Andrade está convidando magistrados e servidores para a solenidade.

 

 
 

Já a partir de novembro o Regional passará a funcionar 100% de forma eletrônica. O processo físico deixará de existir quando o procedimento for instalado nas 7 últimas Varas do Trabalho do interior. Será o primeiro órgão do Poder Judiciário no Brasil a trabalhar, exclusivamente, com processos eletrônicos. E, para suportar o impacto e garantir a imprescindível proteção dos ativos de informática, o Regional terá sua Sala Cofre.

O que é uma Sala Cofre



A Sala Cofre assegura a continuidade dos serviços prestados à população, via internet, mesmo em caso de sinistro, como incêndio, inundação e até desabamento. A Sala funciona como uma espécie de caixa preta de um avião, mantendo intactas as informações que ficam lá dentro. É um espaço que abriga todos os equipamentos que armazenam os dados do Tribunal


E neste ambiente denominado Sala Cofre ficará o Data Center, que é o coração do TRT13, composto de um conjunto de equipamentos interligados como servidores, switchs, storages, routers, appliance, softwares, aplicações e banco de dados entre outros. Não foi fácil fazer a movimentação desta estrutura para o novo ambiente.

 

 

Segundo o diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação do TRT, Max Frederico Feitosa Guedes Pereira, a movimentação para o novo local, Sala Cofre, foi muito importante para o Tribunal. Etapas de planejamento, desenvolvimento, documentação, desmonte, moving, transporte, armazenamento, testes e, em seguida, restabelecer toda a estrutura de forma eficaz e eficiente. E tudo com 62 horas antes do prazo estabelecido.
 
 
 
 

Para isto a equipe da Coordenação de Tecnologia e Suporte Técnico, Coordenada por Paulo Sérgio Costa, surpreendeu, com destaque ainda para Caio Mendonça, Ricardo José e Rômulo Alexandre “que merecem minhas homenagens pela dedicação ao projeto e atuação nesta delicada e importante instalação da Sala Cofre. Estes servidores têm a completa noção do papel que desempenham na construção da cidadania, nesta etapa específica com dedicação, competência e espírito de bem servir colaboraram para que os usuários do Poder Judiciários Trabalhista do Brasil possassem a ter mais confiança nos serviços produzidos pelo Tribunal da 13ª Região”, disse Max Frederico, acrescentando que estar a serviço e ser útil são características básicas de quem contribui para que o poder público preste um serviço de qualidade à população. 

Disse que vai solicitar à Secretaria de Gestão de Pessoas que inclua esses registros nos assentamentos funcionais dos servidores. E o mais importante: todo esse trabalho aconteceu ao mesmo tempo em que outro grupo de servidores instalava mais duas Varas do Trabalho Eletrônica, em Picuí e Monteiro.