Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2009 > 11 > Fórum de Planejamento Estratégico

Fórum de Planejamento Estratégico

Ações do documento

publicado: 19/11/2009 15h44 última modificação: 30/09/2016 10h18

     Magistrados e servidores estão participando do Fórum de Planejamento Estratégico que está sendo realizado no auditório do Hardmann Hotel, em João Pessoa, desde a última quarta-feira,18. Nesta quinta e sexta-feira estão sendo realizadas as oficinas que vão definir as metas a serem alcançadas nos próximos cinco anos.

     A abertura das oficinas  foi feita  pelo assessor de Gestão Estratégica do TRT, Samuel von Laer Norat, que apresentou um diagnóstico do Regional. No relatório ele  forneceu informações obtidas com uma Pesquisa de Clima Organizacional, realizada entre magistrados e servidores do TRT, do Justiça em Números e do Relatório Geral da Justiça do Trabalho de 2008.

     Os magistrados e servidores foram divididos em seis grupos de dez pessoas coordenados pelos servidores José Silva Barbosa, assessor de Planejamento e Gestão e Cristóvão Maciel, chefe da seção de Planejamento, ambos do Tribunal do Trabalho do Mato Grosso, e Rodopiano Neto, do TRT do Pará, consultores de Planejamento Estratégico oriundos de Regionais que já realizaram o  trabalho.

     O assessor de Planejamento e Gestão do TRT do Mato Grosso, José Silva Barbosa ressaltou que o Fórum de Planejamento do TRT da Paraíba foi muito bem organizado. Ele destacou a participação do presidente  do Regional, desembargador Edvaldo de Andrade, que interrompeu as férias para fazer parte do evento. O consultor Cristovão Maciel também ressaltou a participação dos gestores e do vice-presidente, desembargador Paulo Maia, futuro presidente do TRT da Paraíba. Rodopiano Neto, consultor do TRT do Pará, disse que “ o compromisso não é só em cumprir metas, mas no envolvimento real, e isto estamos vendo aqui”.

     Estão sendo discutidos nas oficinas de trabalho os temas Identidade Institucional do TRT e  Definição dos Objetivos Estratégicos. A partir do resultado das oficinas serão definidos os objetivos para a seleção dos programas de ação e sua execução, além da estratégia, que representa a linha de ação que será seguida para atingir o objetivo.

     O Planejamento Estratégico está sendo elaborado por todo o Judiciário brasileiro. Cada Tribunal vai elaborar as suas metas de acordo com sua realidade.  As metas a serem cumpridas por cada Regional, de acordo com suas demandas, devem ser entregues ao CNJ até o dia 31 de dezembro próximo.