Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2009 > 04 > Presidente faz Correição na 7ª Vara e constata eficiência

Presidente faz Correição na 7ª Vara e constata eficiência

Ações do documento

publicado: 02/04/2009 15h33 última modificação: 30/09/2016 10h19

A regularidade de funcionamento dentro dos critérios de eficiência, satisfazendo plenamente os procedimentos previstos na Justiça do Trabalho. Este foi o resultado da Correição Ordinária Periódica encerrada nesta quinta-feira, 02, na 7ª Vara do Trabalho da Capital. A equipe correicional foi coordenada pelo presidente e Corregedor do TRT, juiz Edvaldo de Andrade.



O magistrado esteve acompanhado do secretário da Corregedoria, Aryoswaldo José Brito Espínola e dos servidores Cláudia Guimarães Pimentel, Reginaldo Pires Moura Brasil, Rosilda de França Chianca Rodrigues e Silvana Marsicano Franca, bem como da servidora Elsie Fátima de Menezes Lacet, da Secretaria de Tecnologia da Informação. .



.



A equipe de correição foi recepcionada pelos juízes Ubiratan Moreira Delgado, Joliete Melo Rodrigues Honorato e Ana Beatriz Dias Fernandes, bem como pelo diretor de Secretaria, Silvano José Soares de Figueiredo Gomes e demais servidores. .



Durante a leitura Ata os três magistrados se pronunciaram, destacando que a eficiência dos servidores é o maior segredo para o bom andamento da unidade. Mesmo estando convocado pelo Tribunal, o juiz Ubiratan Delgado, titular da VT, compareceu para a leitura da Ata.

O presidente e Corregedor do TRT, juiz Edvaldo de Andrade constatou durante o período correicionado, a excelência da prestação jurisdicional na 7ª Vara. “Merece registro e elogios o trabalho dos Juízes, Diretor de Secretaria e demais servidores envolvidos, que contribuem com seus esforços para esse resultado”, disse.

No período de abril do ano passado a fevereiro deste ano, a Vara recebeu 434 novos processos, que, somados ao resíduo anterior totalizaram 646. Do total, 560 foram solucionados. De acordo com o Boletim Estatístico Consolidado fornecido pelo Sistema Unificado de Administração de Processos – SUAP, a Vara do Trabalho, no período correicionado, recebeu 855 processos, tendo sido solucionados 842.

Nesse período, foram conciliados 166 feitos em processos de rito sumaríssimo e 138 em processos de procedimento comum, totalizando 304, que correspondem a 35,05% do total de processos recebidos para solução. Da entrada do processo até o julgamento, a média foi de 27 dias para o rito sumaríssimo.

O Juiz Corregedor aproveitou a visita à Vara durante os trabalhos correicionais para realizar reunião com o seu corpo de servidores, oportunidade em que ouviu diversas reivindicações e sugestões. Na oportunidade o magistrado recebeu a visita dos advogados Reinaldo Antônio Nóbrega Carvalho e Manoel Felizardo Neto. .



.