Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2009 > 04 > Central de Atendimento oferece Serviço de Protocolo para Petições

Central de Atendimento oferece Serviço de Protocolo para Petições

Novo serviço está a disposição dos advogados no Fórum Maximiano Figueiredo

Ações do documento

publicado: 07/04/2009 09h39 última modificação: 30/09/2016 10h19

                 A Central de Atendimento do Fórum Maximiano Figueiredo está disponibilizando mais um serviço de atendimento para advogados. Trata-se do Serviço de Protocolo para Petições. De acordo com o supervisor da Cenaten, Newton Roberto Mota, o presidente do TRT, juiz Edvaldo de Andrade autorizou a implantação do novo serviço em atendimento a uma solicitação feita por advogados que militam na Justiça do Trabalho.

                Um balanço feito na Cenaten constatou que só nos primeiros meses desse ano foram realizados mais de 5 mil atendimentos. Em janeiro o número de atendimentos foi de 2.447 e em fevereiro, mesmo com o feriado do carnaval, o número de atendimentos foi maior que no mês anterior, chegando a 2.644, totalizando em 5.091.

                As pesquisas processuais realizadas nos meses de janeiro e fevereiro nas Varas do Trabalho da Capital e interior do Estado, superaram as expectativas chegando a 11.796, sendo 5.953 em janeiro e 5.836 em fevereiro. Nesse período foram realizadas 4.834 consultas processuais pelos jurisdicionados.

 
Protocolo para Petições

O Serviço de Protocolo para Petições do TRT, proporciona ao advogado, as partes e os interessados, protocolizar petições e documentos, num ambiente agradável e adequadamente planejado para recepcionar os Jurisdicionados. De acordo com Newton Mota, em apenas vinte dias, foram protocolizadas 253 petições e documentos.

O serviço de protocolo tem como objetivo facilitar a vida dos advogados que militam no Fórum Maximiano Figueiredo. O serviço está disponível aos interessados no Fórum Maximiano Figueiredo, no piso E1 do Empresarial João Medeiros, Shopping Tambiá. A localização, segundo Newton Mota, proporciona economia de tempo, agilidade e celeridade,  em um ambiente sem filas, climatizado e adequado.

O tempo médio para protocolar um documento é de quarenta e cinco segundos. “É tudo muito rápido. São dez servidores disponibilizados pelo TRT na Cenaten para melhor atender a tantos quantos procurem este serviço. São servidores treinados, capacitados e habilitados para servir bem aos jurisdicionados”, acrescentou Mota.

 

Outros serviços

Além do Serviço de Protocolo de Petições, a Cenaten disponibiliza o Serviço de Pagamentos de Conciliações celebradas nas Varas do Trabalho da Capital, onde as partes assinam o termo de pagamento e quitação. “Este procedimento dura em torno de trinta segundos e propicia às partes o conforto da celeridade”, disse Newton Mota.

Na Cenaten também é disponibilizado o Serviço de Consulta Processual. Em fevereiro último passado,  2.644 pessoas foram recepcionadas na Central, das quais 1.580 eram advogados. Lá foram realizadas 5.828 pesquisas processuais que informam aos Jurisdicionados a situação processual atualizada. Possibilita também, a verificação do andamento dos processos que, em grau de recursos, tramitam no TST e até mesmo no Supremo Tribunal Federal.

O trabalhador hiposuficiente tem disponibilizado na Cenaten o Serviço de Reclamações Trabalhistas a Termo, pelo qual pode exercer o Jus Postulandi, ou seja pode postular em Juízo desacompanhado de advogado e sem nenhum custo. “Situações como anotações do contrato de trabalho na CTPS, anotações de baixa do contrato de trabalho, FGTS e outros, são processadas por maio deste serviço, colocado à disposição daqueles que, não possuem condições financeiras para contratar um escritório de advocacia”, observou Mota.