Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 07 > Advogados destacam julgamentos rápidos e avanços na informática

Advogados destacam julgamentos rápidos e avanços na informática

Ações do documento

publicado: 23/07/2008 14h12 última modificação: 30/09/2016 10h20

Celeridade no julgamento dos processos, rapidez no atendimento e avanços na área de informática. Foram essas as frases usadas pelos advogados Evandro José Barbosa e Andréa Skeete, em manifestações enviadas via e-mail para a Ouvidoria do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba. A juíza Ana Maria Madruga é a Ouvidora do TRT.

“Impressionou-me a extrema eficiência com a qual fui atendida em solicitação a um processo arquivado há cerca de 10 anos”, observou a advogada Andréa Skeete. Já Evandro José Barbosa registrou que “sente orgulho de usufruir de uma Justiça que é um exemplo sob todos os aspectos”. Foi observada também pelo advogado a celeridade com que o Tribunal vem desenvolvendo as ações em prol dos jurisdicionados e operadores do Direito.

Ele ressaltou que o reconhecimento manifestado era espontâneo e justo. “Acredito que as últimas administrações fizeram e a atual ainda há de fazer muito, na certeza de que os que delem precisem, recebam o tratamento apropriado e satisfatório, fruto de muito trabalho e dedicação carinhosa de todo o seu corpo funcional”, revelou.

Destaque para a informática

Mais dois outros advogados também registraram manifestações na Ouvidoria do TRT. A advogada pernambucana Andrea Gardano Elias Bucharles disse que exerce a advocacia patronal há 15 anos, dos quais 12 na cidade de São Paulo, onde, segundo ela teve a oportunidade de atuar para clientes que possuem negócios em quase todos os estados da federação. “Em nenhum dos estados em que atuei me deparei com a celeridade dos processos que tramitam no estado da Paraíba”, disse.

Destacou, ainda, que o sistema de informática do Tribunal contribui, “de forma inconteste, para o exercício da advocacia. Não só os termos processuais se encontram disponíveis às partes, como também as peças processuais, evitando, assim, o deslocamento dos advogados à secretaria das varas, o que contribui para um melhor trabalho dos servidores, que podem dedicar o tempo de atendimento ao balcão para outras atividades”. Conclui dizendo que o TRT da Paraíba deve servir de exemplo para outros Tribunais.

O segundo advogado se dirige especificamente ao diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação, Max Frederico. Denis Resende diz que é usuário assíduo do portal do TRT 13. “Sinto-me na obrigação de manifestar os mais sinceros votos de agradecimento pelo desenvolvimento contínuo desse Portal. Em mais este aspecto, a Justiça do Trabalho, na Paraíba, sai na frente dos demais ramos, colocando à disposição dos operadores do Direito, bem como dos seus jurisdicionados, ferramentas essenciais à efetivação de princípios constitucionais como o da Celeridade, Efetividade e Acesso à Justiça”.

Continua o advogado afirmando que “pode-se dizer que o Portal da Justiça do Trabalho Paraibana, de uma maneira geral, está há anos luz a frente das demais. Gostaria de parabenizar a todos os integrantes da Secretaria de Informática desse TRT 13, na pessoa do seu diretor, o Sr. Max Frederico Guedes Pereira, pela proficiência, disponibilidade e excelente atendimento”.

OUVIDORIA DO TRT:

Juíza-ouvidora Ana Maria Madruga

Horário de Atendimento

Segunda das 11h às 17h

Terça a Quinta das 7h às 17h

Sexta das 7h às 13h

Entre em Contato

- 0800-7281313 (ligação gratuita)

- Formulário eletrônico na página do Tribunal no seguinte endereço: www.trt13.jus.br.

- E-mail: ouvidoria@trt13.gov.br

- Pessoalmente, com o Juiz Ouvidor, mediante prévio agendamento pelo telefone 3533-6001