Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > 2008 > 04 > Processos julgados pelo TRT poderão ser incluídos no Projeto Conciliar

Processos julgados pelo TRT poderão ser incluídos no Projeto Conciliar

Ações do documento

publicado: 15/04/2008 15h12 última modificação: 30/09/2016 10h21

Buscar a conciliação na Paraíba e evitar que os processos sigam para julgamento final no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. Este é o objetivo de um ato assinado pela presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba, juíza Ana Clara Nóbrega, e que amplia a abrangência da edição deste ano do Projeto Conciliar, que acontece no período de cinco a nove de maio próximo em toda a Paraíba.

De acordo com o ato, mesmo depois de julgado em 2ª Instância pelos juízes do Tribunal Regional do Trabalho, o processo poderá ser conciliado, desde que as partes demonstrem interesse. Essa nova oportunidade de conciliação vai evitar, em caso de entendimento, o aumento no número de processos no TST.

O ato estabelece que as audiências de conciliação serão designadas e presididas pelo juiz Edvaldo de Andrade, vice-presidente do TRT, que pode marcar sessões até mesmo em outras Varas do Trabalho do Estado, dependendo do número de processos.

Segundo o juiz Edvaldo de Andrade duas audiências de conciliação já foram marcadas para esta quarta-feira, às 8h30 na sede do TRT. As partes estão sendo contatadas pelo telefone e caso haja disposição em negociar, a audiência é imediatamente agendada. “Conciliar é a tendência da Justiça e nós estamos buscando este caminho para resolver os conflitos com rapidez”, disse o vice-presidente.