Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Seção de Projetos Consolidação dos Dados Cadastrais e Financeiros de Magistrados e Servidores
MANUAIS DOS SISTEMAS

 

                                                                           

                                                                                    http://novoegestao.tst.jus.br/BOE/portal/1511191610/InfoView/common/appService.do?service=skinning&resource=img&img=img.login.banner.logo

                                 1º Grau

                                 2º Grau

Manual Basico

 

Manual do Descarte

Descarte

 Limpar e organizar…

é só começar!

 

Consolidação dos Dados Cadastrais e Financeiros de Magistrados e Servidores

  1. Escopo ou finalidade do projeto

 

Assegurar acesso às informações cadastrais e financeiras de todos os magistrados e servidores deste Tribunal, desde 1985 até os dias atuais, em ambiente seguro e de forma que possam ser acessíveis integral e irrestritamente quando a Administração necessitar, e permitir a complementação dos dados cadastrais e pessoais atualmente indisponíveis nos banco de dados do Tribunal.

    • Obter os dados do SERPRO de 1985 a 1992 e unificar com os dados dos sistemas locais FOPAG e SGRH de 1992 a 2005, e com o MentoRH, de 2005 a 2013;

    • Digitalizar as pastas funcionais, cadastrais e financeiras, dos magistrados e servidores;

    • Recadastrar magistrados e servidores, complementando dados necessários ao planejamento da Administração, e que não existem ainda;

    • Criar rotinas de sincronização da base unificada com o MentoRH ou outro sistema que venha a substituí-lo, para manter a atualização.

Não faz parte do escopo do projeto a criação, modelagem ou desenvolvimento de um sistema de Gestão de Recursos Humanos e Folha de Pagamento. Também não faz parte do projeto nenhum estudo de padronização, modelagem ou criação de sistema de Gestão de Processos Administrativos.

 

  1. Alinhamento Estratégico

       

  • Objetivo Estratégico 6 – Otimizar e padronizar os procedimentos de trabalho;

  • Objetivo Estratégico 17 – Garantir a qualidade e integração de sistemas de TI;

  • Objetivo Estratégico 18 - Garantir a confiabilidade, disponibilidade e integridade das informações.

 

  1. Clientes do projeto

 

  • Magistrados e servidores do Tribunal, que buscam suas informações, através de declarações, certidões, etc.

  • Clientes internos (Secretaria de Controle Interno, Presidência, Diretoria Geral de Secretaria, dentre outros)

  • Clientes externos que demandam nossas informações, a exemplo do Conselho Nacional de Justiça, Conselho Superior da Justiça do Trabalho, Tribunal Superior do Trabalho, Tribunal de Contas da União, Advocacia Geral da União, Receita Federal do Brasil, Associações e Entidades de Classe (AMATRA/SINDJUF/ASTRA, dentre outros), etc.

  • Todas as unidades administrativas e judiciárias do TRT, uma vez que o conhecimento das aptidões do corpo funcional poderá permitir melhor alocação da força de trabalho existente/disponível.

 

  1. Justificativa

 

A base unificada permitirá que um programa de recuperação de informação forneça declarações, certidões, etc, se atenda à diligências do TCU/AGU, tudo com mais agilidade e rapidez, além de possibilitar o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas capazes de combinar dados, hoje distantes e incomunicáveis, de modo a se extrair informações qualificadas para atendimento a demandas externas ou gerenciais.

 

Os dados do modo em que se acham dispersos em mais de um banco de dados, ou mesmo em nenhum banco de dados, como é o caso dos dados relativos ao período compreendido entre outubro/1985 a dezembro/1992, quando a folha era feita através do SERPRO, impõem grandes dificuldades e riscos à Administração, uma vez que há exigências legais e regulamentares advindas da necessidade de apresentação de dados confiáveis relativamente a fatos geradores distantes no tempo, ou a sujeitam a erros e imprecisões, ou ainda, a atrasos absurdos no tempo de fornecimento das informações demandadas.

 

Há preceitos legais que determinam a guarda de informações de magistrados e servidores por mais de 50 anos. Sabe-se que a manipulação de papéis velhos é fator determinante de doenças do trabalho, o que se quer evitar com a digitalização do acervo e a guarda do material sem necessidade de acioná-lo constantemente. O acervo digitalizado poderá ser acessado por vários setores do Tribunal, sem que haja necessidade de diligências ao SAPPE, o que diminui a trâmite burocrático e melhora a qualidade dos serviços prestados, diminuindo o tempo necessário à resolução das solicitações.

 

Enfim, a unificação das bases de dados possibilitará uma migração mais tranquila para qualquer sistema de Gestão de Recursos Humanos e Folha de Pagamento que se venha adotar no futuro.

 

  1. Gestor

Hildeberto Abreu Magalhães

 

  1. Equipe

Sílvio Augusto de Oliveira (Gestor Substituto)

Frederico Costa Guedes Pereira

Analista e Administrador de Banco de Dados

Programador

Administrador de Banco de Dados

Analista e Administrador de Banco de Dados

Juvenal Evangelista Costa (Gestor contrato digitalização)

 

  1. Acompanhamento

TERMO DE ABERTURA

PAUTA E ATA DA REUNIÃO Nº 001

ATA DE REUNIÃO DE ENCERRAMENTO

TERMO DE ENCERRAMENTO

Ações do documento

Capa book planejamento

« Outubro 2019 »
Outubro
DoSeTeQuQuSeSa
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031