Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Seção de Projetos Projeto Governança de TIC
MANUAIS DOS SISTEMAS

 

                                                                           

                                                                                    http://novoegestao.tst.jus.br/BOE/portal/1511191610/InfoView/common/appService.do?service=skinning&resource=img&img=img.login.banner.logo

                                 1º Grau

                                 2º Grau

Manual Basico

 

Manual do Descarte

Descarte

 Limpar e organizar…

é só começar!

 

Projeto Governança de TIC

  1. Escopo ou finalidade do projeto

Este projeto tem como escopo a criação de estruturas de governança de TIC (projetos e processos) na SETIC, capazes de permitir uma gestão especializada das atividades de TIC no âmbito do TRT da 13ª Região.

Trata-se da implantação e formalização da gestão do projetos de TIC, por meio da definição de uma metodologia própria, baseada no PMBOK e na metodologia de gestão de projetos de TIC do CSJT, e do estabelecimento de uma unidade específica para desempenhar e gerenciar as atividades afetas a essa área. Outrossim, cuida da implantação e formalização da gestão de processos de TIC no âmbito da SETIC, também pela definição de uma metodologia de processos própria, pelo mapeamento dos processos de TIC baseado na biblioteca ITIL e nos controles do COBIT, e pelo estabelecimento de uma unidade específica para desempenhar e gerenciar as atividades afetas a essa área.

  1. Alinhamento Estratégico

2.1 Estratégia Nacional de TIC do Poder Judiciário (ENTIC CNJ 2015-2020)

  • Objetivo 4: Aperfeiçoar a governança e a gestão de TIC.

2.2 Plano Estratégico de TIC do CSJT (PETIC CSJT 2015-2020)

  • Objetivo 2: Aprimorar a gestão e governança de TIC.

2.3Plano Estratégico Institucional do TRT 13ª Região (PEI 2015-2020)

  • Objetivo Estratégico 7: Garantir a infraestrutura e a governança de TIC.

2.4 Plano Diretor de TIC do TRT 13ª Região (PDTIC 2015-2016)

  • Demanda 6.1.1.2: Implantação de um Escritório de Projetos de TIC (EGP-TIC);

  • Demanda 6.1.1.3: Implantação de um Escritório de Processos de TIC (EGPr);

  • Demanda 6.1.1.4: Formalização e execução do processo de gerenciamento da continuidade dos serviços de TI;

  • Demanda 6.1.1.5: Definição, formalização, execução, acompanhamento e melhoria do processo de gerenciamento de catálogo de serviços, definindo métricas de desempenho para cada serviço do catálogo, publicado em site adequado;

  • Demanda 6.1.1.6: Definição, formalização e desenvolvimento de processos para os serviços da TI, estabelecendo os níveis e o alcance deles;

  • Demanda 6.1.1.7: Formalização e execução do processo de gerenciamento de mudança;

  • Demanda 6.1.1.8: Formalização e execução do processo de gerenciamento de liberação e implantação;

  • Demanda 6.1.1.9: Formalização e execução do processo de gerenciamento de incidentes;

  • Demanda 6.1.1.10: Definição, formalização, execução, acompanhamento e melhoria periódica do processo de gerenciamento de projetos de TI, publicando portfólio em portal adequado;

  • Demanda 6.1.1.11: Definição, formalização, execução, acompanhamento e melhoria periódica do processo de planejamento das contratações de TI;

  • Demanda 6.1.1.12: Formalização e execução do processo de gerenciamento de configuração e ativos;

  • Demanda 6.1.13: Formalização e execução do processo de gerenciamento de problemas.

  1. Clientes do projeto

  • Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação - SETIC;

  • Comissão Permanente de Informática – COINF;

  • Tribunal de Contas da União - TCU;

  • Conselho Superior da Justiça do Trabalho – CSJT;

  • Conselho Nacional de Justiça – CNJ;

  • Presidência TRT13;

  • Magistrados;

  • Servidores;

  • Usuários;

  • Sociedade.

  1. Justificativa

O esforço de informatização da Justiça do Trabalho tem exigido de seus gestores e técnicos, cada vez mais, a adoção e o aprimoramento de boas práticas de gestão capazes de fazer face à necessidade de execução transparente e eficiente de vultosos recursos orçamentários próprios da área de TIC, bem como do cumprimento das atividades técnicas especializadas.

Testemunha desse esforço, o Modelo de Gestão de Portfólio de Projetos de TIC da Justiça do Trabalho (Portfólio de TIC-JT), instituído em agosto de 2009 na Justiça do Trabalho, e em breve adotado por este Tribunal, após ajustes internos, fundamenta-se, entre outras premissas, nas recomendações dos órgãos de controle, tais como TCU, CNJ e CSJT, no que concerne à orientação para implantação de modelos de Governança de Tecnologia da Informação, no impositivo de padronizar procedimentos e garantir alinhamento estratégico de projetos, serviços e aplicações, bem como na necessidade de especialização da atividade de gerenciamento de projetos, para contemplar as especificidades da área de TIC e conformá-las às melhores práticas de gestão de projetos de TIC.

Nesse mesmo sentido, também se apresentam os esforços para racionalizar as rotinas e os processos de trabalho próprios de TIC no âmbito da SETIC, de modo a refletir as melhores práticas do mercado, notadamente as que estão consubstanciadas na biblioteca ITIL e nos controles propostos pelo COBIT, ambos apontados como de observação e cumprimento indispensáveis, consoante as recomendações dos órgãos de controle supramencionados.

  1. Gestor

Samuelson Wagner de Araújo e Silva

E-mail: swsilva@trt13.jus.br

Fone: (83) 3533-6148

  1. Equipe

Davi Medeiros Cabral
Marcelo Luís Machado Moura
Samuelson Wagner de Araújo e Silva
Wagner de Souza Porto
  1. Acompanhamento

Termo de Abertutra

Ações do documento

Capa book planejamento

« Outubro 2019 »
Outubro
DoSeTeQuQuSeSa
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031